|| Terapia

Terapia

Terapia

As pessoas muitas vezes fazem o possível para viverem bem consigo mesmas e com as outras, mas nem sempre conseguem  fazerem isso bem e sozinhas. Sentem-se tolhidas e incapacitadas de prosseguirem.

Muitas delas ficam anos achando que é assim mesmo, e vão levando, um dia após outro, uma vida sem sentido e propósito. Não veem progresso em nenhuma área praticamente de suas vidas, e isso é realmente muito doloroso para elas e para os que convivem com elas. A Terapia do Campo Mental vem para ajudar essas pessoas. Eu, como Terapeuta, tenho por missão acolher essas pessoas calorosamente, servir, atendê-las bem, para que ressignifiquem suas vidas e seus relacionamentos.

O processo terapêutico que utilizo é um processo de transformação, levando a pessoa a transmutar-se do Kaos, crise, para o tempo da graça, Kayros, e a pessoa, durante o tratamento, vai reorganizando e ressignificando esse sofrimento,  fazendo, daí por diante, uma nova leitura daquilo que antes era desequilíbrio e caos.

A nossa natureza é constituída de energia, e a nossa energia corporal é o que nos fortalece para viver com alegria, saúde e trabalhar, relacionar bem com os outros, ser feliz, sentir prazer de viver e conviver.

A energia vital deve estar sempre em movimento; se houver estagnação, má condução ou concentração dessa energia numa parte do corpo, haverá sofrimento,  dores, mudança de temperatura, mal-estar.

Assim, as dores nos servem de alerta, pois geralmente são portas de entrada de futuras doenças. Se as identificamos a tempo, podemos nos prevenir, usando técnicas de liberação e diluição dessa energia estagnada e das memórias emocionais negativas registradas em nosso campo mental, que envolve não somente o nosso cérebro, mas todo o nosso corpo.

Se tomamos as providências corretas de liberação dessa energia estagnada e das memórias emocionais negativas, voltamos ao nosso bem-estar, à nossa saúde e ao nosso equilíbrio emocional desejados.

Emoções são estados de ânimo; já a consciência dessas emoções são os sentimentos. Nem sempre temos consciência das emoções por que passamos, mas elas interferem direta e indiretamente sobre outras funções cerebrais como as cognições ou condutas.

As emoções não são meras lembranças; elas fazem caminhos próprios para serem registradas e mesmo experimentadas. Corpo e Mente compõem um sistema. Emoções, impulsos, desejos, pensamentos são todos experimentados no corpo, portanto precisam do corpo para serem experimentados. Como não há uma linha divisória entre, por exemplo, os efeitos do trauma na mente e no corpo, a Terapia do Campo Mental possibilita o trabalho com o cérebro, a mente, a emoção e o corpo.

Esquecemos fatos e eventos da história de nossas vidas, e as memórias esquecidas na mente ficam congeladas no corpo. Quando nos estressamos, essas memórias se ativam e disparam reações no corpo e na mente em forma  de sintomas físicos, psíquicos e sociais.

Mais de 90% dos sintomas psíquicos e psicossomáticos são reações naturais às memórias esquecidas em nossa mente. Com a compreensão dos mecanismos das dores e doenças obtemos as chaves do corpo e da mente e podemos usar os sofrimentos como alavancas e instrumentos de transformação e desenvolvimento de todas as nossas competências emocionais, sociais, intelectuais e espirituais.

Não é o sofrimento que nos aniquila, mas a forma de lidar com eles. O que quero fazer com o que me fiz, me fizeram, com os eventos, lembranças e interpretações doloridas e atrozes e com os sofrimentos daqui por diante é o que me leva a ser um monstro destrutivo ou um gênio construtivo, aqui falando de extremos. Não é o que acontece, mas o significado que dou ao que acontece e minha atitude perante o acontecimento que me levam a uma vida em desequilíbrio ou a uma vida de paz, felicidade e bem-estar talvez não experimentados antes.

Se até agora dei significados a minha história ou parte dela não favoráveis a mim e aos que me cercam, posso ressignificar tudo e viver em paz; as coisas não foram bem daquele jeito, as pessoas fizeram o que souberam, eu fiz o que pude naquela idade, com o conhecimento e a experiência de vida que tinha, etc..

As coisas, os eventos são coisas e eventos. Cada um dá o significado às coisas e eventos conforme a sua leitura de mundo e de vida. Eu posso ver tudo de maneira a prosseguir bem, eu posso significar e ressignificar.

Se prefiro não perdoar, retenho para mim o sofrimento, e dou à  pessoa a quem não perdoo o poder sobre minha vida e meu pensamento: se não a esqueço em nenhum momento, tudo o que faço é em função dela, é para ela ver, para ela saber; assim ela comanda a minha vida. Não compete a mim julgar ninguém, muito menos condenar. Se tento fazer isso, não tenho sossego, e faço ainda pior que a pessoa; talvez não a imite no comportamento, mas talvez faça uma variação daquele comportamento e me saio ainda pior do que a pessoa que eu quis julgar e condenar. Em algum lugar e muitas vezes falaremos de Bert Hellinger e as Leis do Amor que ele descobriu, não inventou.

Voltando ao estresse, traumas e frustrações de que falava, podemos dizer que eles podem nos sufocar ou estimular nossas competências. Temos exemplos maravilhosos na humanidade de pessoas que superaram seus sofrimentos, ressignificaram suas vidas e relacionamentos, dando-nos lições de resiliência e ressignificação.

Pense você e lembre-se de pessoas que foram humilhadas, abandonadas, banidas, exiladas, estupradas, esquecidas, passaram por experiências terríveis de querer matar ou morrer e voltaram, optando pela vida, excelente vida, tornaram-se grandes estadistas, líderes, mentores,  salvaram ou socorreram seus irmãos, suas famílias, seu povo, seu país.

Se você sofre com algum desses males aqui apontados, saiba que ofereço tratamento no meu Programa Ressignificando a Vida e os Relacionamentos, personalizado para cada caso. Entre em contato comigo para saber mais ou agendar sua consulta online ou presencial em Belo Horizonte. (31) 99918-4416

Newsletter


Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades